Paradoxo – O que é essa Figura de Linguagem? Significado e Exemplos

paradoxo

Paradoxo é uma figura de linguagem muito tradicional em nosso idioma. Entenda o que é e veja alguns exemplos interessantes para aprender.

O que é paradoxo – significado

A palavra paradoxo vem do grego paradoxon e significa “contrário ao senso comum”, ou “contrário à opinião”. É uma figura de linguagem que consegue alinhar duas ideias contrárias num contexto em que elas se complementam.

Veja um exemplo para ficar mais fácil de compreender:

            “Eles vivem sonhando acordados.”

Essa frase contradiz o senso comum. Sabe-se que para sonhar é necessário estar dormindo, mas nesse caso, estão fazendo isso acordados. Desse modo, essa frase é um paradoxo: como podem sonhar se não estão dormindo?

Paradoxo é um tipo particular de antítese em que as palavras opostas exprimem ideias que se negam reciprocamente. Isso ocorre, por exemplo, na expressão “pobre menino rico”, por exemplo.

Pobre e rico são antônimos, são palavras ao contrário, mas nessa colocação, indica que o menino, mesmo abastado, rico de bens materiais, é pobre de vivências e experiências.

Exemplos de Paradoxo

– “Ela é uma grande pequena mulher”. (ela é uma mulher de belo caráter, mas de estatura baixa.)

– “Temos que doar para receber”. (há paradoxo entre os termos doar e receber, mas na frase passam o sentido de ter de abrir mão de algumas coisas para que receba em dobro em um futuro)

– “Às vezes, menos é mais”. (paradoxo entre menos e mais, mas na frase passam o sentido de economia, de usar menos algo para que dure mais tempo, ou dinheiro para se fazer mais economia, ou usar menos objetos para produzir algo e produzir melhor…)

 Não confunda Paradoxo com Antítese

O paradoxo é facilmente confundido com a antítese. Ambas as figuras de linguagem possuem palavras de sentidos opostos, mas a diferença é que no paradoxo, as palavras fazem menção a mesma referência.